No intuito de colaborar com as ações de apoio e incentivo aos profissionais de saúde do País, a Mondial, empresa brasileira e líder em vários segmentos de eletrodomésticos portáteis, adaptou suas instalações e destinou parte da sua equipe para produzir e doar protetores faciais direcionados a médicos e demais profissionais da área.

A Unidade da Mondial na Bahia, localizada em Conceição do Jacuípe, parou linhas de produção de eletrodomésticos para se adaptar e iniciar a produção dos protetores faciais.

Todas as recomendações do Ministério da Saúde para este EPI foram atendidas na execução deste projeto, que foi desenvolvido  com a colaboração de integrantes do Instituto Recôncavo, e da organização não-governamental e-NABLE Brasil.

A produção será 100% destinada à doação para profissionais da área médica.

Segundo o cofundador e CEO da Mondial Giovanni Marins Cardoso, inicialmente serão produzidos 40 mil protetores faciais para serem doados aos profissionais de hospitais públicos e privados, unidades de saúde e demais atendimentos da área.

Para que este EPI possa contribuir o mais rápido possível neste momento, os primeiros lotes serão destinados à hospitais públicos e privados, unidades de saúde e postos de saúde dedicados à pandemia na Bahia, e gradativamente poderão ser destinados a outros estados.

“Diante do cenário, adaptamos a nossa fábrica para auxiliar na segurança dos que precisam estar na linha de frente, cuidando das pessoas. Esperamos dar alguma contribuição neste momento”, completa Giovanni.

Tags: #faceshield #mondial #Saúde